02 novembro, 2013
Lembro-me muito bem de quando eu fazia o ensino médio e tinha a maior dúvida sobre o meu futuro "Pós-ensino médio". Vivia viajando e planejando cada segundo de como seria, do quão aplicada e dedicada seria, que eu ia passar na federal, que no primeiro semestre ia estagiar numa grande empresa. Masssssss... acabou o ensino médio e com ele a ilusão que eu tinha sobre a vida.

Eu sempre quis cursar algo na área na comunicação; sonhava em ser jornalista e trabalhar no jornal local. terminei o ensino médio, fui fazer cursinho e estava decidida a cursar Cinema, terminei o cursinho e prestei vestibular pra publicidade. hahhaah

Cá estou eu, estudando numa faculdade particular (e não numa federal como imaginava no começo), cursando PP e não estou estagiando na minha área.
Tudo isso passou tão rápido, hoje estou satisfeita com a minha vida, e sabe, acho que foi a melhor escolha. A faculdade quem faz é você. Ontem mesmo numa palestra que na faculdade temos que fazer contatos. Entrei toda tímida, no primeiro semestre eu ia apresentar os trabalhos com a MAIOR VERGONHA DO MUNDO (pelo fato de não conhecer a turma), também no primeiro semestre achava que todos reparavam em mim, sei lá... Mas o fato é que  no primeiro semestre não existe 'turminhas' e as pessoas não vão ligar pra sua apresentação. A maioria só tá esperando a vez de apresentar pra ganhar os dois pontos e ir embora mais cedo. Depois que o primeiro semestre acabou, eu ganhei a famosa 'cara de pau', famosa no mundo dos publicitários. tem que meter as caras a fazer, a perguntar, a descobrir, tem que buscar e tem que alimentar a alma.

Foto: Pinterest


A Publicidade me deu 'as pernas que eu não tive', a confiança que quase 20 anos da minha vida não me deram, me deu ensinamentos além das teorias e dos livros da biblioteca.
Pode falar, dizer que não dá dinheiro, que é faculdade de quem não tem o que fazer, de quem só quer moleza, mas a realidade é que quem ver de fora sempre tira as conclusões que deseja, sempre põe o ponto e a vírgula onde acha adequado.
A verdade é que eu tenho um amor imenso pelo caminho que escolhi e meus olhos brilham ao ver que tá tudo indo bem. Eu não posso ser rica, mas consigo ser feliz e fazer ~algumas~ das coisas que quero. Na minha lista de desejos tem muitas coisas e eu tô só no começo.
Ah, e uma coisa que a publicidade me deu e eu abracei como melhor amiga: A LIBERDADE.

No fundo, a publicidade me ensinou a amar. A amar de dentro pra fora.

0 Comentários :

Leitora de meia tigela e metida a escritora nas horas vagas. Tenho mais afinidade com livros do que com pessoas. Sou impaciente, irônica e talvez te faça rir. E apesar de me esconder, me revelo em cada linha que escrevo.
Já quis ser de tudo nessa vida, mas me rendi aos encantos da publicidade. Aprendi que tudo fica mais bonito quando fazemos as coisas com amor e sem pensar no que vamos receber em troca. Sempre fico rindo feito uma louca, de tudo. Prazer, Thaís
Futuro publicitário, adoro artes em geral e quanto mais alternativa melhor. Amo café, álcool e programas ao ar livre com quem amo. Sou estranho, mas feliz.

Facebook

Leitores

Mais lidos do mês

Indicações

Visualizações de páginas da semana

Tecnologia do Blogger.