16 dezembro, 2015
Oi gente, tava com saudade de nós? Pois é, desculpa ai pela demora tá. 
Hoje, eu vim falar um pouquinho pra vocês do que achei da série, produzida pela Netflix e original da Marvel, Jessica Jones. Gente, ela estreou dia 20 de novembro e logo eu já fui acompanhar. Havia visto falar antes mesmo, porque eu vi no Snapchat do Federico Devito que ele foi participar da Comic Con de Nova York e teve a oportunidade de assistir o primeiro episódio na íntegra queridos. Enfim, daí eu super me interessei para acompanhar e acompanhei. E olha, A D O R E I. Gente, é aquela coisa que vicia, que te prende, você fica fissurado no negócio. Eu particularmente adoro a personagem em si, o jeito abusado dela, não para de beber uísque... Outros personagens também me cativaram como a Trish que é a irmã da Jessica, no caso a heroína da história é adotiva. O Luke também me cativou por diversas razões (assistam pra saber). 
Em resumo, na atualidade nossa querida bebarrona está trabalhando como investigadora particular para digamos "aproveitar" suas habilidades para sobreviver e também quem sabe, esquecer o que ocorreu no passado. Uma criatura, que você fica com ódio, chamado Kilgrave (que nome é esse?) persegue a nossa querida e abusada heroína a todo custo e controla mentes para vigiá-la. Jessica quer capturar Kilgrave a todo custo para interromper as suas atrocidades. Bem o resto, não posso dar spoiler meu povo. A série envolve muita ação, um pouco, pouco mesmo, de efeitos especiais, um pitadinha de romance, sexo um tanto violento nas primeiras três cenas (risos - não é explícito)... 
A minha nota para a série é 8,5. Os 1,5 que faltam eu não sei bem exatamente o que seria, mas sinto falta de mais. Eu peço para vocês que ainda não assistiram criem vergonha na cara e veja isto (brincadeira). Mas falando sério gente, vale sim a pena assistir. 

Interaja conosco nas nossas redes sociais pessoais. Os links estão aqui no lado direito. 
Comente, compartilhe e sempre venha nos visitar. 
Até mais. 

0 Comentários :

Leitora de meia tigela e metida a escritora nas horas vagas. Tenho mais afinidade com livros do que com pessoas. Sou impaciente, irônica e talvez te faça rir. E apesar de me esconder, me revelo em cada linha que escrevo.
Já quis ser de tudo nessa vida, mas me rendi aos encantos da publicidade. Aprendi que tudo fica mais bonito quando fazemos as coisas com amor e sem pensar no que vamos receber em troca. Sempre fico rindo feito uma louca, de tudo. Prazer, Thaís
Futuro publicitário, adoro artes em geral e quanto mais alternativa melhor. Amo café, álcool e programas ao ar livre com quem amo. Sou estranho, mas feliz.

Facebook

Leitores

Mais lidos do mês

Indicações

Visualizações de páginas da semana

Tecnologia do Blogger.