22 janeiro, 2015

O nome do título já diz tudo. LIBERDADE, no sentido mais amplo da palavra.
Esse foi um dos temas que tomou conta de um dos grupos no WhatsApp que participo. Todas as minhas amigas reclamando que precisam emagrecer, que precisam usar 36, que precisam arrumar um namorado, que precisam alisar o cabelo, que querem usar um vestido mas não podem usar, talvez pelo decote, pelo tecido, não sei...
A verdade é: tá com vontade? FAZ. Tá com fome? COME. Quer sair mas ninguém quer ir contigo? VAI SÓ. Quer andar por ai de cabelo cacheado? Usa, ué.

A sociedade nos impõe muitas regrinhas. Principalmente pra nós, mulheres. Sempre falo pras minhas amigas desapegarem desses conceitos e pensarem em si. Pararem com esse pensamento bobo de "A SOCIEDADE ME QUER MAGRA. PRECISO DISSO" ou aquele pensamento de ter padrão com tudo. Sempre tive problemas com ser magra demais. FIZ de tudo pra engordar e nunca consegui. Mas foda-se, se eu tô bem assim, continuarei assim. Desencanei. E tô levando a vida melhor!
Eu queria engordar pelo o que as pessoas falavam de mim "nossa, você tá muito magra, não tá comendo não?". Mas eu sou saudável, me sinto bem assim...
Demorou pra cair a ficha, mas quando caiu foi lindo. Quando a ficha cai, a gente fica mais leve. A alma canta e a gente realmente se descobre. 
Descobri que não preciso ser o que querem, preciso ser o que eu quero. Colocar minhas vontades, desejos e ações em primeiro lugar. Não por egocentrismo. Questão de amor próprio mesmo. Fazer o que me dá vontade, o que me deixa feliz, o que me faz sorrir. É a minha prioridade, independente de ser contramão dos ideais da sociedade. 

Quer uma dica? FAZ o que TE FAZ BEM, o que deixa A TUA ALMA MAIS BONITA. FAZ O QUE TU GOSTA, SEJA QUEM REALMENTE VOCÊ É. Com ou sem maquiagem, gorda ou magra, com barriguinha, olheira... Tá feliz? NÃO MUDA. Não muda por ninguém. Quem é de verdade tá contigo sempre.

Se curte, se ama em primeiro lugar.

5 comentários :

  1. Oi!
    Fazer o que nos faz sentir bem é libertador, fazer sem pensar nos outros. Mas até chegar a esse momento, até essa "ficha cair" é meio complicado, infelizmente, principalmente pq muitas vezes não conseguimos (ao menos eu não consigo, algumas vezes) me sentir bem sabendo que não me encaixo num certo padrão por alguma coisa. Mas me lembro no meio do processo de refletir sobre o que os outros estão achando, e devemos nos lembrar que isso não interessa, que a única coisa que importa é ser feliz e as pessoas que amamos, e essas nos aceitarão de qualquer jeito.
    Então devemos sempre tentar deixar tudo mais leve e desencanar desses estereótipos que só nos prejudicam, muitos se importam sobre o que os outros pensam, pois bem, já estou cansada de ouvir de muitas pessoas ao meu redor como elas estão magras, como seu cabalo está uma porcaria, como querem fazer um regime logo. Me enche essa falta de atitude para mudar e essa falta de amor próprio (?). Acho que ao invés de tentarem se encaixar com relação aos outros, todos deviam procurar o equilíbrio interno.
    Acho que me empolguei um pouquinho né? Rs
    Abraços,
    Andréia - StarBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou e disse tudo sobre "Equilíbrio interno", mas é tão complicado chegar até esse equilíbrio...
      Bjs

      Excluir
  2. Nossa muito bom foi a mistura de dois textos do meu blog em um só rsrss, resumindo como eu costumo dizer, "Ser livre é ser você mesmo." E não existe liberdade melhor. :)

    ResponderExcluir
  3. Falou tudo! Sempre sofri com essa coisa de ser magra demais e com as pessoas me enchendo por causa disso, até que um belo dia eu me aceitei e a vida ficou muito mais divertida e leve! Adorei o texto!

    http://depositogeek.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Falou tudo! Sempre sofri com essa coisa de ser magra demais e com as pessoas me enchendo por causa disso, até que um belo dia eu me aceitei e a vida ficou muito mais divertida e leve! Adorei o texto!

    http://depositogeek.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comente o que você achou,conte suas dúvidas e dê sugestões de como nós podemos melhorar o nosso serviço!
O post acima foi elaborado com bastante carinho (tenha certeza disso).
Beijo

Leitora de meia tigela e metida a escritora nas horas vagas. Tenho mais afinidade com livros do que com pessoas. Sou impaciente, irônica e talvez te faça rir. E apesar de me esconder, me revelo em cada linha que escrevo.
Já quis ser de tudo nessa vida, mas me rendi aos encantos da publicidade. Aprendi que tudo fica mais bonito quando fazemos as coisas com amor e sem pensar no que vamos receber em troca. Sempre fico rindo feito uma louca, de tudo. Prazer, Thaís
Futuro publicitário, adoro artes em geral e quanto mais alternativa melhor. Amo café, álcool e programas ao ar livre com quem amo. Sou estranho, mas feliz.

Facebook

Leitores

Mais lidos do mês

Indicações

Visualizações de páginas da semana

Tecnologia do Blogger.