28 janeiro, 2012
Olá!! Nossa, quanto tempo eu não escrevo nada aqui, senti tanta saudades!! Agora estou de volta, e se tudo der certo, voltei com tudo!
Bem, como desde o ano passado não escrevo nada por aqui, queria desejar a minhas leitoras um feliz ano novo. ;D
Hm, hoje vou colocar um texto que fiz no final do ano sobre meu 2011.. Vamos lá.
~

Chegou o meu momento retrospectiva do ano. Hmm esse ano não um dos melhores da minha vida, mas também não foi tão ruim assim.
Se posso definir em uma palavra eu diria que foi um ano de MUDANÇAS em todos os sentidos.
Começou pela faculdade, eu entrei em uma. "UHUL, UNIVERSITÁRIA" Fui trolada, pintada, tive que pular feito uma louca na recepção dos calouros, fiz tudo como manda o figurino. rs'

Me perdi no meu primeiro dia de aula, e não sabia nada sobre essas siglas que universitário a-d-o-ra. Na faculdade, tive a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas, professores incríveis, e pude também saber mais sobre esse mundo da universidade e dar mais valor ao teatro. Admiro muito quem segue essa profissão, ainda mais quem é educador dessa arte. Engana-se quem abre a boca pra dizer que é fácil, engana-se quem acha que é só chegar e chorar. Precisa de muita dedicação, e não há talentoso e não talentoso. Há quem se esforça e quem não se esforça.
Cara, sofri muito no semestre que eu fiz, é só fiz um. Não acho que seja esse meu rumo. Não tive tanta afinidade com o palco. O encarei, com medo, mas consegui ainda assim fazer uma cena no final do semestre. (ainda bem que eu não falava nada, só morria haha) E deixei pra quem realmente o merece. Quem sabe um dia eu volte a um palco, mas, no momento só quero apreciar quem está nele.
Depois da faculdade, tive a mudança referente a minha vida profissional. Arranjei meu primeiro emprego. Mais uma etapa, mais coisas novas, mais pessoas maravilhosas e mais uma realidade do que é "o mundo lá fora" que toda mãe diz. Tive muito medo nessa nova etapa, pensei em desistir várias vezes. Enfrentei meus próprios monstros pra chegar onde cheguei. E eu não pretendo parar. Ainda tenho muito a fazer. Coisas que deveriam ter sido feitas esse ano e que por falta de tempo foram adiadas.
ai, perdi o tempo que eu tinha. Não sei mais o que é escrever no meu diário, ou ficar assistindo tv, vendo minhas séries favoritas. Perdi isso esse ano. Na verdade perdi muita coisa. Perdi algumas pessoas que se afastaram, algumas amizades que se romperam com a distância, perdi meus momentos de solidão, onde eu parava pra pensar na vida, olhando fotos, ou recortando revistas, perdi momentos em que pude fazer a diferença e não fiz, perdi horas tentando falar e não falei, perdi lágrimas e sorrisos. Perdi também um pouco da minha vergonha, e uma parte do meu juizo. Haha'
Mas também encontrei muita coisa. Muita coisa boa.
E me surpreendi comigo a cada dia que passou.
No mais fiz novas amizades, voltei a falar com alguns amigos que estavam distante, e sai com eles pra matar a saudade, e lembrar velhos momentos.
No mais, comecei a escrever em um blog, comecei a fazer terapia, fui a shows, tirei fotos com famosos, fiz uma entrevista com um cantor, virei a noite na balada, viajei no carnaval (levei goma nos olhos ¬¬') dormi na casa de amigos, andei muito no shopping, fui na casa do meu pai, ganhei um cartão de crédito, comprei um novo celular, ganhei meu primeiro salário, não fui a praia de biquíni, mas tomei banho no mar. ;D
dei conselhos, e alguns serviam pra mim e não os segui, quebrei a cara, me decepcionei, e decepcionei alguém, chorei até dormir (sou muito chorona), tive medo, tive pesadelos com o meu futuro. Tive dúvidas sobre qual profissão seguir (e ainda tenho, apesar de achar que vou ser publicitária! *-*) vi jogo de vôlei ao vivo e tentei fazer um livro.
Disse 'eu te amo', disse 'eu te odeio'. Briguei, xinguei, discuti com pessoas que não valiam a pena, pedi desculpas a quem merecia, senti saudades de pessoas que estavam longe, e que ainda estão, troquei cartas com uma amiga, e ouvi pessoas dizendo que sou estranha por causa disso. Planejei viagens, e sonhos, desisti de alguns deles, e comecei a ter novos sonhos.
Me apaixonei, desapaixonei, e termino o ano apaixonada. Lutei contra meu coração e desisti dessa batalha, que ele goste de quem ele quiser.. apesar de não gostar da escolha dele, eu só o obedeço.
Passei horas no telefone matando a saudade, e não liguei quando deveria ter ligado.
Cortei o cabelo (mudar o visual é sempre bom) e prometi não mais fazer promessas que não possa cumprir.
Vi o pôr-do-dol, a lua e lembrei da minha infância olhando a chuva.
Pulei ouvindo música, e cantei muuuito no chuveiro.
Tomei refrigerante sem culpa, e não comecei nenhuma dieta e nem pretendo.
Assisti muito filme no cienema, assisti peças de teatros, e fiz resenhas sobre elas.
Olhei o mundo de uma forma mais critica, e parei de acreditar em algumas mudanças..
E no fim, acho que essa contagem de dias é muito relativo, afinal é só mais um volta que o mundo deu.
E é isso. Acho que foi tudo.
E que que venha 2012. Esse ano promete ;D
Feliz ANO NOVO!!

0 Comentários :

Leitora de meia tigela e metida a escritora nas horas vagas. Tenho mais afinidade com livros do que com pessoas. Sou impaciente, irônica e talvez te faça rir. E apesar de me esconder, me revelo em cada linha que escrevo.
Já quis ser de tudo nessa vida, mas me rendi aos encantos da publicidade. Aprendi que tudo fica mais bonito quando fazemos as coisas com amor e sem pensar no que vamos receber em troca. Sempre fico rindo feito uma louca, de tudo. Prazer, Thaís
Futuro publicitário, adoro artes em geral e quanto mais alternativa melhor. Amo café, álcool e programas ao ar livre com quem amo. Sou estranho, mas feliz.

Facebook

Leitores

Arquivo do Blog

Mais lidos do mês

Indicações

Visualizações de páginas da semana

Tecnologia do Blogger.